Tendências do RH para 2019

Principais tendências do RH para 2019

Cada vez mais, os profissionais de Recursos Humanos das empresas brasileiras têm se distanciado dos métodos ultrapassados e burocráticos de trabalho, e, atualmente, os RH de muitas empresas estão na vanguarda da inovação corporativa.

A tendência é que esse processo continue se fortalecendo no ano de 2019, com equipes multidisciplinares, a ressignificação da liderança e dos modelos de gestão de pessoas, além da utilização do poder da inteligência artificial para trazer precisão cirúrgica para o recrutamento e as análises de desempenho.

Por tudo isso, preparamos este artigo para que você esteja atualizado com as 3 principais tendências na área dos Recursos Humanos para 2019. Confira!

Baixe este conteúdo em PDF

Informe seu email, clique em Baixar PDF e faça o download imediatamente deste artigo!

Inteligência artificial

Sabemos que a inteligência artificial (IA) não é um termo novo, e que os primeiros sistemas para processamento de dados utilizando aprendizado computacional surgiram há mais de 30 anos, mas agora essa tecnologia tem sido a base para muitas novas ferramentas de gestão.

Os sistemas com IA peneiram e hierarquizam grandes quantidades de dados, aplicando algoritmos e aprendendo a trabalhar de modo cada vez mais eficiente. Assim, conseguem encontrar padrões, desenhar cenários e auxiliar na tomada de decisões.

Atualmente, soluções de gestão de pessoas tem usado o poder da análise artificial para resolver problemas organizacionais, permitindo que os profissionais de Recursos Humanos sejam capazes atingir resultados mais assertivos na análise de desempenho e na experiência dos colaboradores.

Trabalho remoto

No exterior, empresas tradicionais e startups têm utilizado mão de obra remota já há bastante tempo, mas essa é uma tendência que tem crescido no Brasil. A internet fez surgir novas formas de organização do trabalho, e o profissional de RH precisa de um ferramental diferenciado para lidar com as peculiaridades do teletrabalho.

A possibilidade de poder contratar um profissional de qualquer lugar do Brasil (e do mundo) abre um escopo de atuação muito maior para recrutadores, além de representar um benefício a mais para os profissionais, que dispõem de mais flexibilidade nas suas rotinas.

Entretanto, isso também significa que existirão desafios diferentes para gerenciar e avaliar o desempenho de equipes remotas, mesmo com a evolução incrível das ferramentas de trabalho remoto.

Contratação cega

Muito tem se falado sobre as disparidades raciais, de gênero e de idade nas organizações, e a falta de diversidade tem causado problemas na imagem e na produtividade de muitas empresas. Nesse cenário, uma solução possível é adotar o método de triagem cega.

Por melhor que sejam os recrutadores, todos estão sujeitos a serem influenciados pelo viés inconsciente. Aparência física, dados demográficos e semelhanças entre o profissional de RH e o candidato podem ser decisivas para uma contratação.

Esta é uma tendência forte para 2019, e já existem métodos e softwares capazes de comparar os candidatos apenas com base nos méritos puros, ocultando as características que podem nublar o julgamento – e cabe ao recrutador entender e delimitar esses parâmetros. Assim, é possível formar de equipes com muito mais diversidade, o que fortalece as organizações e protege os colaboradores de ambientes de trabalho problemáticos.

E aí, gostou do nosso artigo? Leia mais textos interessantes sobre empreendedorismo e gestão financeira no Blog do Astecas!

Se quiser conhecer o melhor serviço de fluxo de caixa e gestão financeira, entre em contato conosco:

Macapá-AP: (96) 3217-4929 / 99198-4666

Belém-PA: (91) 3038-6427 / 98906-6687

Marabá-PA: (94) 3322-6400 / 99203-9675