O que é controladoria?

Boa parte do sucesso de uma empresa depende do controle e da gestão saudável dos seus recursos. É preciso ter um capital para girar, mas também uma reserva para possíveis emergências, um valor separado todo mês para pagamento das contas (desde os insumos até o salário dos colaboradores), além de outras responsabilidades financeiras. Manter tudo isso em equilíbrio é essencial, mas também é uma missão desafiadora.

É para isso que serve a famosa controladoria.

O que é controladoria?

Do ponto de vista empresarial, a controladoria nada mais é do que um departamento que exerce a função de controle, como o próprio nome já sugere. Importante destacar que a controladoria não exerce as atividades de contabilidade do empreendimento, pois é mais abrangente do que isso. Na verdade, esse departamento atua na área financeira, mas também na administrativa, de recursos humanos e gestão de riscos.

Na prática, o papel da controladoria é organizar, armazenar e avaliar as informações da empresa para, a partir disso, prestar uma consultoria aos gestores para facilitar o processo de tomada de decisões.

Por exemplo: a empresa está estudando a possibilidade de aumentar seu portfólio, lançando mais um produto, mas não sabe se dar esse passo nesse momento é viável financeiramente. Então, os gestores podem consultar o setor de controladoria que terão informações atualizadas e organizadas sobre a parte contábil e poderão dar o seu parecer a respeito disso.

Além dessas decisões mais estratégicas, a controladoria também funciona como suporte para decisões mais operacionais do dia a dia da empresa, como a contratação de novos funcionários; a escolha do melhor regime tributário no qual o empreendimento possa se encaixar e outros.

O colaborador responsável pelo departamento de controladoria é o controller, ou simplesmente analista de controladoria. Para ocupar esse cargo, é imprescindível que a pessoa tenha um bom domínio das áreas de finanças, economia e gestão. Além disso, também é importante que o profissional tenha conhecimento de todo o histórico da empresa e dos seus objetivos para o futuro.

A controladoria normalmente é um “braço” da empresa, que não pertence à sua pirâmide hierárquica. Isso é importante para que o controller possa auxiliar nas decisões de forma imparcial e atendo-se exclusivamente aos dados palpáveis que tenha em mãos. Ela deve ser encarada como se fosse um serviço terceirizado, ainda que faça parta da empresa.

Não importa qual é o segmento de atuação da sua empresa, a verdade é que o mercado está se tornando mais competitivo. Outras empresas surgem a todo momento, os consumidores exigem mais (até por terem mais acesso à informação nos dias de hoje). Diante desse novo contexto, para que um negócio possa se manter em pleno funcionamento e almejar o crescimento, otimizar os processos decisórios é uma necessidade. É o que garante escolhas rápidas e assertivas, porque tempo é dinheiro e erros, por menores que sejam, podem abrir um abismo entre o que a empresa é hoje e o que pretende ser.

Quer saber mais sobre administração e finanças? Leia nossos outros artigos e, se desejar, solicite uma apresentação gratuita das soluções que nós oferecemos.